Vamos falar de assédio moral no trabalho

Semana passada me solicitaram uma entrevista para falar sobre assédio no ambiente de trabalho, e resolvi aprofundar minhas pesquisas e conhecimentos sobre o assunto, que não é agradável, mas acontece com frequência. E o pior, com a crise que o país vem enfrentando, as pessoas estão com mais medo de denunciar e os assediadores mais a vontade para agir. Uma pena!

 

O que é assedio moral no trabalho? “é toda conduta abusiva, sobretudo por comportamentos, palavras, gestos e atos que causam danos à personalidade, à dignidade e à integridade física e psíquica de uma pessoa, que põe em risco seu emprego ou degrada o ambiente de trabalho”.

O assédio no ambiente de trabalho pode acontecer de diversas formas, mas a frequência e a intensidade são as principais características:

- Menosprezar

- Isolar

- Usar práticas perversas

- Intimidar

- Humilhar / Ridicularizar

- Ameaçar perda de emprego

 

 

A imagem é forte, mas o assédio moral é como uma agressão física não ao corpo, mas a alma do agredido. Essa agressão causa diversos problemas para o assediado e para empresa:

  • Aumento do absenteísmo

  • Aumento do risco de acidente de trabalho e doenças ocupacionais

  • Aumento de turnover

  • Deterioração do clima organizacional

  • Queda de produtividade

  • Condenações em processos trabalhistas com valores elevados

  • Exposição negativa da imagem da empresa perante o judiciário,  mídia e sociedade (em última instância pode prejudicar os acionistas/sócios)

  • Outros empregados sentem-se incentivados a ingressar com ação para obter vantagem financeira

O assediador, muitas vezes, se acha protegido pela empresa, mas ele pode sofrer punições no âmbito civil e criminal, inclusive detenção.

 

O que fazer em caso de suspeita de um caso de assédio no ambiente de trabalho:

  • Anote com detalhes as situações de assédio

  • Busque os canais de formais de denuncia da sua empresa, caso contrário procure a área de Recursos Humanos ou um outro superior

  • Não fique sozinho com o agressor, peça ajuda aos colegas que presenciaram situações

  • Em casos extremos, recorra a um advogado ou busque seu sindicado

Não fique calado - DENUNCIE!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Métodos ágeis somente para projetos ou para qualquer área da empresa?

August 28, 2017

1/4
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square